NÓTÍCIAS

07 de fevereiro,2018Agripino: Legislativo tem a obrigação de encontrar soluções para a falta de segurança no país

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), lamentou a onda de violência que assola o Brasil e disse que os políticos têm a obrigação de manter o tema “segurança pública” em constante destaque. “Temos que fazer discursos, promover audiências públicas, tornar a segurança prioridade de todos os governos: federal, estadual e municipal”, frisou.

O parlamentar pelo RN citou o caso de seu estado que, nos meses de dezembro e janeiro, enfrentou uma onda de violência, com arrombamentos de lojas e bancos, tiroteios, assaltos e assassinatos. Dados do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza os crimes contra a vida no estado – mostram que o RN registrou 2.405 homicídios em 2017 – 20,5% maior que a quantidade registrada em 2016. “Eu ouvi das pessoas nas ruas que o mais importante para elas, neste momento, é a segurança. Elas estão com medo de sair de casa. O pânico se instalou”, contou Agripino.

Ainda de acordo com o presidente do DEM, além de debater o assunto “segurança pública” à exaustão, é preciso que o Legislativo aprove recursos para que estados e municípios estejam preparados para enfrentar a violência. “Cabe a nós, no Congresso, fazer o que tem que ser feito: votação de recursos para a segurança, reuniões temáticas para encontrar soluções para o fim da crise e não deixar o assunto morrer”, acrescentou

Foto: Mariana Di Pietro

VOLTAR