Agripino vai ao MEC pedir ampliação de cursos universitários para Faculdade Diocesana de Mossoró

O senador José Agripino solicitou ao Ministério da Educação (MEC) agilidade na avaliação dos processos – já em análise na pasta – que pedem a abertura dos cursos de Direito e Nutrição na Faculdade Diocesana de Mossoró (FDM), no Rio Grande do Norte. Atendendo a um pedido do diretor-geral da FDM, Padre Charles Lamartine, Agripino … Continue lendo Agripino vai ao MEC pedir ampliação de cursos universitários para Faculdade Diocesana de Mossoró

O senador José Agripino solicitou ao Ministério da Educação (MEC) agilidade na avaliação dos processos – já em análise na pasta – que pedem a abertura dos cursos de Direito e Nutrição na Faculdade Diocesana de Mossoró (FDM), no Rio Grande do Norte. Atendendo a um pedido do diretor-geral da FDM, Padre Charles Lamartine, Agripino se reuniu, nesta quinta-feira (9), com o ministro Mendonça Filho para discutir o assunto.

“Eu sou um defensor incansável da promoção da educação. Neste mandato, dediquei especial atenção à juventude, então, não poderia deixar de atender a um chamado do padre Charles para beneficiar jovens de uma cidade muito especial para mim, que é Mossoró, minha terra natal”, ressaltou o parlamentar.

Também presente na audiência com Mendonça Filho, o diretor-geral da FDM disse que o apoio de Agripino foi fundamental para facilitar o acesso da faculdade ao titular da pasta. “O reconhecimento da nossa instituição por parte do senador Agripino já nos alegra porque ele é um homem com ampla experiência. Receber a assistência do senador, neste momento, é fundamental, tanto pelo conhecimento como pelo acesso que ele tem”, disse Lamartine. “É recompensador ver o respeito e carinho com que o senador trata a causa da educação e da nossa faculdade”, acrescentou.

Durante a reunião no MEC ficou acertado que nos próximos dias será publicada a portaria que autoriza a implementação do novo curso de Nutrição na FDM. Além disso, nos dias 29, 30, 01 e 02 de novembro e dezembro, respectivamente, a equipe de técnicos do ministério da Educação estará em Mossoró para visitar e completar a avaliação do curso de Direito para que, estando apta, a instituição mossoroense possa oferecer a graduação.

Instalada há 8 anos em Mossoró, a FDM foi criada pelo Colégio Diocesano de Mossoró que tem 117 anos e é o mais antigo colégio privado religioso em funcionamento do Rio Grande do Norte. Atualmente, tem cerca de 600 alunos matriculados nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Fisioterapia, Psicologia, Nutrição, Teologia e Gastronomia.

A faculdade não tem fins lucrativos e, de acordo com Padre Charles, gera grande impacto na sociedade mossoroense. “Os cursos de saúde, por exemplo, vão fazer em breve atendimento gratuito à população de baixa renda nos laboratórios da instituição”, afirmou o diretor-geral.

Fotos: Mariana Di Pietro