NÓTÍCIAS

20 de março,2018Na CDR, Agripino participa de debate sobre transposição e pede soluções para escassez de água no RN

Mesmo não sendo membro da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), o senador José Agripino (RN) fez questão de participar, nesta terça-feira (20), de audiência que debateu a construção do projeto da transposição do Rio São Francisco. Ao ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, Agripino disse que o Rio Grande do Norte vive momentos de pânico e aflição devido à falta de água.

“Quem anda pelo interior do Rio Grande do Norte, como eu, pode comprovar o tráfego intenso de carros-pipa nas estradas. É o retrato fiel da situação emergencial que vive nosso estado”, ressaltou Agripino lembrando que nos últimos dias esteve no interior e pode presenciar mais uma vez o cenário da crise hídrica do RN.

O senador potiguar pediu ao ministro explicações sobre a construção do ramal do Apodi e também sobre a continuação das obras no Eixo Norte. Segundo Agripino, essas obras são imprescindíveis para solucionar a escassez de água no estado.

“O ministro Helder disse que tem dinheiro para concluir o Eixo Norte e levar agua até a barragem de Assú, mas não tem uma empresa capaz de fazer a obra ser concluída com celeridade. É preciso pressionar e nós vamos fazer isso”, disse.

Durante a audiência, Helder Barbalho assumiu que para o ramal do Apodi o governo federal não tem orçamento e sugeriu que a bancada federal potiguar reveja as emendas impositivas.

“Sobre o ramal do Apodi, há uma frustração enorme porque o ministro foi taxativo ao afirmar que o projeto está pronto, mas não tem dinheiro. Nesse caso, a nossa missão é continuar pressionando e a bancada vai pressionar”.

Foto: Mariana Di Pietro

VOLTAR